segunda-feira, 26 de julho de 2010

10 Dicas para lidar com o Mercado nesse segunda - feira (26/07/2010)




A revista exame trouxe nesta segunda - feira 10 dicas para lidar com o mercado hoje.
Bancos Centrais mundiais negociam novas regras para os mercados em reunião na Basiléia; resultados otimistas dos testes de stress ditam humor do mercado europeu. Leiam as dicas abaixo:

1 - Bancos Centrais mundiais negociam novas regras para os mercados. Presidentes de bancos centrais de 30 países delimitam nesta segunda-feira (26), no Banco de Compensações Internacionais (BIS), em Basileia, na Suíça, as normas da nova regulamentação do sistema financeiro, a Basileia 3, a ser avaliada pelo G-20 em Seul, em novembro.

2 - Resultados otimistas dos testes de stress ditam humor do mercado europeu. Dos 91 bancos avaliados, apenas 7 precisam de tomar medidas para elevar o capital. Segundo os resultados, em um cenário de estresse com deterioração econômica e fiscal, as instituições da Zona do Euro perderiam 566 bilhões de euros (729 bilhões de dólares)

3 - Positivo Informática aumenta vendas em 8,3% no segundo trimestre. A fabricante de computadores Positivo Informática registrou vendas de 479,24 mil desktops e notebooks no segundo trimestre, renovando seu recorde de negócios para o período de abril a junho. O volume representa um crescimento de 8,3% sobre o mesmo período de 2009. Veja aqui os resultados.

4 - A Camargo Correia Desenvolvimento Imobiliário celebra parceria com a Múltipla Engenharia. O acordo visa o desenvolvimento de um empreendimento imobiliários na capital paulista. Em nota, a empresa informou que o VGV (Valor Geral de Vendas) total do projeto é de aproximadamente R$ 87 milhões, enquanto a proporção da participação é de 60% para a CCDI (CCIM3) e 40% para a Multipla.

5 - Inepar aprova aumento de capital ao preço de R$ 4,69 por ação. O conselho de administração da Inepar (INEP4) aprovou na última sexta-feira (23) um aumento de capital social de R$ 140 milhões, para subscrição particular, mediante a emissão de 29.850.746 novas ações. Do total de papéis, 6.044.776 são ordinários e 23.805.970 preferenciais.

6 - Banco da China prepara IPO bilionário. O China Everbright Bank teve seu plano de abertura de capital aprovado pelos órgãos reguladores chineses nesta segunda-feira (26). O banco, o décimo primeiro maior do país, pretende levantar 2,9 bilhões de dólares oferecendo 6,1 bilhões de ativos.

7 - Montadoras crescerão acima do PIB até 2012. O desempenho da indústria automobilística continuará superando o da economia brasileira nos próximos anos. A consultoria Lafis prevê que produção e vendas terão índices maiores do que o Produto Interno Bruto (PIB) no triênio 2010-2012.

8 - Mercado reduz previsão de inflação em 2010 a 5,35% O mercado reduziu sua estimativa para a alta do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) neste ano a 5,35%, ante projeção anterior de 5,42%, diz o relatório de mercado do Banco Central, também conhecido como Focus e divulgado nesta segunda-feira (26).

9 - Ata do Copom traz tom da decisão dos juros e é destaque da semana. A ata da reunião do Copom (Comitê de Política Monetária), divulgada na próxima quinta-feira (29), é aguardada com grande expectativa diante da decisão pelo aumento da Selic em 0,50 ponto percentual, contrariando a expectativa de parte do mercado por um reajuste de 0,75 p.p.

10 - Bolsas da Ásia recebem bem testes de stress e fecham em alta. As principais bolsas de valores da Europa abriram em alta nesta segunda-feira, depois de terem encerrado a última semana em terreno positivo, devido aos resultados dos testes de estresse realizados com 91 bancos da União Europeia.
Um grande Abraço e até a próxima,
Ana Stuchi

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Como investir na Bolsa de Valores! Perguntas & Repostas

Boa tarde!
Tenho recebido alguns e-mails perguntando sobre investimento na bolsa de valores. É importante lembrar que tudo tem o tempo de aprendizado e discernimento.
Uma dica bacana é se cadastrar no Folhainvest (http://www.folhainvest.folha.com.br/), que não tem custo algum e oferece uma noção básica de como iniciar no mundo das negociações e verificar ferramentas, nomenclaturas e demais ensinamentos necessários para não errar na hora da verdade. Outro ponto bacana desse site é poder participar de premiações através de seu desempenho como investidor.
Abaixo está elencado algumas perguntas e respostas para iniciar esse processo de investidor.

1. Investir em ações é um bom negócio?
Os principais indicadores financeiros do Brasil mostram que o país tem tudo para atravessar um ciclo de crescimento sustentável, com estabilidade para a economia e oportunidades para as empresas. E uma vez que as empresas lucram mais, seus sócios - ou seja, todos os acionistas - também ganham mais. É importante ressaltar, porém, que investir neste mercado exige cautela: é preciso analisar os riscos e contar com a possibilidade de retorno do investimento no longo prazo.

2. Como faço para investir na Bolsa?
Há dois caminhos para o investidor comprar e vender ações: via corretora de valores ou bancos. As corretoras são membros das Bolsas de Valores credenciados pelo Banco Central e habilitados a negociar valores mobiliários com exclusividade no sistema eletrônico da Bovespa. Para comercializar ações, portanto, o investidor precisa ser cliente de uma dessas empresas. Elas oferecem análises de mercado que indicam o melhor momento para comprar e vender papéis para obter melhores resultados. Já os bancos administram fundos de ações, cestas que variam conforme os resultados das empresas cotadas na Bolsa. Neste caso, é o banco quem decide quando e como investir.

3. Afinal, o que são ações?
Ações são pequenos "pedaços" de uma empresa. Por isso, quem detém ações de uma companhia é dono de uma parte dela - ou melhor, é um dos seus sócios. As ações também são chamadas de "papéis", pois, segundo a definição formal, ações são "títulos nominativos" que representam frações do capital social de uma empresa.

4. Como ocorrem as operações de compra e venda?
É simples. Imagine a seguinte situação: o investidor A quer comprar ações de uma determinada empresa; já o investidor B quer vender papéis da mesma companhia. Ambos enviam ordens de compra e de venda, respectivamente, para suas corretoras. Estas, então, transmitem os pedidos para o Mega Bolsa - o sistema eletrônico de negociação da Bovespa, que compara todas as ofertas em tempo real. Caso o valor oferecido pelo investidor A seja igual ao valor pedido pelo investidor B, o negócio é fechado instantaneamente. Se os valores não forem compatíveis, o sistema compara outras ofertas até encontrar um negócio que satisfaça as duas partes. Com milhares de investidores comprando e vendendo ações todos os dias, as operações são fechadas rapidamente.

5. Existe um valor mínimo para começar?
Não. O valor a ser aplicado varia em função do preço das ações que o investidor deseja adquirir e também das taxas cobradas pela sua corretora. Em geral, porém, a compra é feita por lotes de ações, de 100, 200 ações, e assim por diante. Um exemplo: se o investidor quiser comprar um lote de 100 ações ao custo de 50 reais por ação, pagará 5 000 reais. O investidor pode recorrer ainda ao mercado fracionário, comprando ações fora do lote: nesse caso, em tese, ele poderia adquirir até mesmo 1 ação. Porém, devido a custos de corretagem, a operação seria inviável.

6. Após a compra, é preciso ficar com as ações por tempo determinado?
Não. Não há prazo mínimo nem máximo para que os papéis fiquem nas mãos de um investidor. Exemplo disso é a operação conhecida como "day trade", em que o investidor vende a ação no mesmo dia em que a comprou. De outro lado, há pessoas que mantêm os mesmos papéis durante anos e até décadas.

7. É possível negociar ações via internet?
Sim. Para isso, é preciso que o investidor seja cliente de uma corretora membro da Bovespa que disponha do sistema home broker. É por meio dele que são feitas as negociações de compra e venda de ações via internet.

8. O que é home broker?
É a ferramenta que permite a negociação de ações via internet. Ela está interligada ao sistema de negociação da Bovespa e permite que o investidor envie ordens de compra e venda de ações através do site de sua corretora. Segundo dados da própria Bovespa, dezenas de milhares de pessoas compram ou vendem ações por esse sistema todos os meses. Essas páginas oferecem ambientes amigáveis, com informações sobre andamento do pregão, gráficos e análises do mercado. Tudo para minimizar riscos e ampliar ganhos do investidor. Confira aqui, a relação de home brokers autorizados pela Bovespa.

9. Que cuidados devem tomar os investidores iniciantes?
Em primeiro ligar, é preciso ter em mente que o mercado de ações envolve riscos. Ainda que os resultados recentes da Bolsa indiquem lucros altos, os ganhos podem variar devido a conjunturas econômicas, setoriais ou relativas às empresas propriamente. Outro ponto importante: é preciso se manter atualizado. Para isso, é necessário ler publicações com indicadores econômicos e tendências de mercado. É possível também participar de sites que simulam investimentos, como o http://emacao.folha.uol.com.br/. Outra dica para quem está começando é participar de clubes de investimento, associações de investidores com interesses afinados. Nesses grupos, é possível reunir recursos para os investimentos, fazendo com que cada participante desembolse quantias baixas - o que minimiza perdas expressivas.

10. O que é preciso levar em conta no momento do investimento?
Deve-se levar em conta três pontos: liquidez da ação escolhida, ou seja, a facilidade de vender os papéis no momento do resgate do investimento; retorno, que são as possibilidades de ganho; risco, as possíveis perdas. A combinação desses três elementos determina a ação a ser comprada ou vendida.

Espero que o Business Connection possa ter contribuido para amenizar as dúvidas iniciais!

Um grande abraço e até a próxima,

Ana Stuchi


Buzz Marketing, Marketing Viral

Veja o vídeo do Professor Marins, falando sobre Marketing Viral!
Abraços e Até a próxima!!

Ana Stuchi


video